Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Moradores de Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos contarão com polo da DPE-AM a partir desta sexta

Publicado

em

A partir desta sexta-feira (24/11), os moradores dos municípios de Parintins, Nhamundá, Barreirinha e Boa Vista do Ramos poderão contar com a primeira unidade polo da Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM), que será inaugurada nesta data, em Parintins, e também atenderá às cidades vizinhas. A inauguração da unidade dá início a um novo momento para a Defensoria Pública, com a instituição se fazendo presente no interior, de fato, com estrutura fixa e independente de qualquer outro órgão público, fortalecendo a isenção em suas ações.

A implantação de unidades polo no interior do Estado é o cumprimento de um compromisso do defensor público geral, Rafael Barbosa, feito à Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), como contrapartida pelo aumento no orçamento obtido em 2017, e que a instituição começará a receber mensalmente a partir de janeiro de 2018.

“Parintins é o primeiro polo, no ano que vem teremos mais quatro. Estamos indo para o interior de forma estruturada, sem depender de favor de nenhum tipo de órgão público. Estamos pagando o aluguel com o nosso dinheiro, comprando mobiliário, material de expediente, arcando com os custos e recebendo doações de quem tem interesse em participar dessa expansão, mas os custos fixos são exclusivamente da Defensoria Pública, diferente do que já aconteceu em outros tempos”, afirmou Rafael Barbosa.

A estruturação dos polos no interior do Estado será coroada com a conclusão do primeiro concurso para servidor da Defensoria Pública do Amazonas, com prova marcada para ocorrer no dia 04 de fevereiro de 2018. As inscrições poderão ser feitas até 27 de novembro de 2017, nos sites da DPE-AM – http://www.defensoria.am.def.br/ – e da Fundação Carlos Chagas – http://www.concursosfcc.com.br/.

“Fico muito feliz por perceber que todo o trabalho realizado ao longo de 2016 e 2017, marcado por um planejamento sério e preocupado com a população do Estado, será capaz de consolidar a Defensoria Pública no interior do Estado. Em 2018, a Defensoria fará 28 anos e só agora terá unidade permanente em cidades tão importantes como Parintins, Humaitá, Tefé, Tabatinga e Itacoatiara”, disse Rafael Barbosa.

Mais Lidas