Connect with us

Manaus, AM,

POLICIAL

PM apreende 1,5 tonelada de maconha em Maraã

Publicado

em

A Polícia Militar do Amazonas, por meio da Guarnição Tático Móvel de Área do 3° BPM, apreendeu, na quinta-feira (07/12), 1,5 tonelada de maconha tipo Skunk na cidade de Maraã (a 634 quilômetros de Manaus). Os policiais se dirigiram à base onde os traficantes armazenavam a droga e apreenderam munições de fuzil 7,62. Os entorpecentes foram levados para Tefé no mesmo dia.
 
A apreensão ocorreu  por volta das 15h, quando os policiais estavam realizando patrulhamento fluvial no rio Japurá em combate à pirataria e ao tráfico de drogas. Quando atracaram no porto de Maraã, receberam uma denúncia de que dentro de um furo (canal do rio), a uma distância de aproximadamente 30 minutos do município, havia traficantes fortemente armados com fuzis 7,62 e que estes estavam com grande quantidade de carregamento de drogas.
 
A equipe, composta por 12 policiais militares do 3° Batalhão que formam a equipe do Tático Móvel e mais 5 do GPM de Maraã, fez uma diligência ao local, onde encontraram os traficantes, que conseguiram fugir.
 
Apreensões – Entre outubro e novembro de 2017, operações desencadeadas pelas forças de segurança pública do Amazonas resultaram na apreensão de 2,196 toneladas de entorpecentes e na prisão de dez pessoas ligadas às organizações criminosas do tráfico.
O trabalho de parceria envolve o Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), o Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), a Delegacia Fluvial, o Canil da Polícia Militar, o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), o Serviço Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Polinter, a Delegacia da Receita Federal (DRF), a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) e a Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema).
 
Ao longo de todo o ano de 2017, ações das forças de segurança pública resultaram na apreensão de mais de 13 toneladas de entorpecentes. As ações da SSP causaram impactaram às finanças do crime organizado em mais de R$ 30 milhões. 

Publicidade

Mais Lidas