Connect with us

Manaus, AM,

BRASIL

Zoológico mata nove filhotes de leão para diminuir gastos

Publicado

em

Alegando que o preço para mantê-los vivos era caro demais, o zoológico sueco Boras Djurpark matou nove filhotes de leão saudáveis ​​desde 2012. Com informações do DOL.

O diretor-executivo do local, Bo Kjellson, acredita que assassinar os animais é justificável nos casos em que eles são rejeitados por suas famílias ou quando não podem ser realocados.

Apenas dois dos 13 filhotes de leões que nasceram nos últimos cinco anos sobreviveram. Dois morreram de causas naturais, e os outros foram mortos pela administração do zoo.

A instituição, aberta pela primeira vez ao público em 1965, atualmente tem de cerca de 600 animais de 65 espécies diferentes, a maioria nascidos em cativeiro.

Kjellson afirmou ainda que, apesar do grupo de leões que vive no zoo se dar bem, é possível que haja discórdia no futuro e, caso isto aconteça, alguns outros membros serão mortos.

A bióloga especialista, Helena Pedersen, questionou a validade dos zoológicos como instituições de entretenimento. “Será que os zoológicos valem o preços que os animais em cativeiro pagam?”, perguntou ela.

Para ela, a crueldade infligida nos animais presos espantas cada vez mais o público que não os enxerga como uma forma de entretenimento adequada.

Fonte: R7

 

 

Mais Lidas