Connect with us

Manaus, AM,

POLICIAL

PC prende quadrilha que roubava anunciantes de sites e motoristas da Uber em Manaus

Publicado

em

Manaus|AM – Na manhã desta 4ª feira, 17/1, a Polícia Civil do Amazonas apresentou durante uma coletiva de imprensa, os membros da quadrilha acusada de roubar anunciantes de sites e motoristas da Uber na capital amazonense. 

Eles foram presos em flagrante durante a Operação ‘Desapega’ deflagrada no noite de terça, 16, que resultou na prisão de Francisco Vieira Cunha Junior, 25, e apreensões de dois adolescentes de 17 anos, autores de roubo a um motorista de aplicativo de transporte privado urbano de 43 anos. Ao longo das diligências, o casal Hudson Araújo Rego, 24, e Samila Monique Castro Silva, 25, foi preso pela prática de crimes distintos.

Durante a ação, os policiais civis apreenderam duas armas de fogo e porções de entorpecentes. Eles ainda recuperaram objetos subtraídos de uma casa situada no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul da cidade, e pertences pessoais do motorista. 

De acordo com informações do delegado Ayslan Marques, do 23º DIP, explicou que Francisco e os dois adolescentes foram interceptados por volta das 21h, em via pública, na avenida Noel Nutels, bairro Cidade Nova, zona norte. Com os infratores os policiais civis encontraram o aparelho celular, a aliança e R$ 60 em espécie, pertencentes ao motorista. Também foi apreendido um revólver calibre 38 e quatro munições, sendo três intactas e uma deflagrada.

Em continuidade aos trabalhos, Hudson e a companheira dele foram presos na casa onde moravam, situada na rua Nova, bairro Compensa, zona oeste. Com Hudson os policiais apreenderam uma mochila, contendo produtos roubados de uma residência no bairro Parque Dez de Novembro, zona centro-sul, além de uma arma de fabricação caseira, calibre 12. Com Samila foram apreendidas porções de entorpecentes.

Ao longo da coletiva de imprensa, o titular do 23º DIP informou que a operação teve por objetivo desarticular uma organização criminosa que vinha praticando roubos a residências de pessoas que anunciavam produtos em um site de compra e venda, além de motoristas de aplicativo de transporte privado urbano. A autoridade policial explicou que as investigações iniciaram há aproximadamente um mês, após um roubo cometido em uma residência no bairro Parque Dez de Novembro.

Segundo Ayslan Marques, a organização criminosa é comandada por um homem identificado como José Wilkson Cunha da Silva, conhecido como “Big Loiro”, que está preso na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP). Conforme o delegado, José Wilkson recrutava infratores de dentro do presídio.

Interceptação do trio – Conforme Marques, na terça-feira os três infratores solicitaram, por volta das 19h, uma corrida, pelo aplicativo de transporte, com saída da rua Raimundo Pinheiro, bairro Compensa, zona oeste, com destino à Praça Santos Dumont, situada no bairro Redenção, zona centro-oeste. Ao chegarem ao local, o motorista foi rendido pelos infratores e colocado dentro do porta-malas do veículo, da montadora Volkswagen, modelo Gol, de cor branca. Em ato contínuo, o trio se deslocou até o lugar marcado com uma possível vítima, no bairro Cidade Nova.

Ao tomar conhecimento de um possível sequestro, a autoridade policial deslocou a equipe do 23º DIP para o bairro Cidade Nova. Na avenida Noel Nutels os policiais civis avistaram o veículo que os infratores tinham subtraído, momento em que efetuaram a abordagem.

Prisão do casal – O titular do 23º DIP informou que após a interceptação do trio, a equipe de investigação se deslocou até a residência de Hudson e Samila. No local, ao ser questionado sobre os objetos roubados em uma residência no bairro Parque Dez de Novembro, Hudson entregou uma bolsa, que pertencia a uma das vítimas do roubo, e uma arma de fabricação caseira, calibre 12. No imóvel foram apreendidas, ainda, porções e trouxinhas de uma substância entorpecente, que estavam em posse de Samila.

Flagrante – Conduzidos ao 23º DIP, Francisco foi atuado em flagrante por associação criminosa, roubo majorado e corrupção de menores. Hudson foi autuado em flagrante por receptação, posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Já Samila irá responder por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos trâmites legais na unidade policial, Francisco, Hudson e Samila serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital.

Os adolescentes irão responder por ato infracional análogo aos crimes de associação criminosa e roubo majorado. Eles serão conduzidos à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde serão adotadas as medidas cabíveis.

Publicidade

Mais Lidas