Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

“Não sei se aguento mais uma semana preso. Estou enlouquecendo”, diz Melo

Publicado

em

Manaus|AM – O ex-governador José Melo (PROS) foi preso pela primeira vez no dia 21 de dezembro de 2017 e libertado após alvará de soltura na noite do dia 26 de dezembro, horas depois da Justiça ter determinado a prorrogação da prisão temporária, o ex-governador voltou a ser preso no dia 31 de dezembro, noite de réveillon, após a Justiça acatar o pedido do Ministério Público Federal para reverter a decisão que libertou Melo.

No início do ano, 04/01, a Justiça Federal converteu a prisão temporária do ex-governador em preventiva e também decretou a prisão preventiva da ex-primeira-dama, Edilene Gomes.

Uma  fonte do CDPM que não quis se identificar informou que Melo disse “Não sei se aguento mais uma semana aqui. Estou enlouquecendo”, tem reclamado de fortes dores na coluna, que a cama é muito desconfortável, não sente vontade de comer e que os carapanãs não o deixam dormir, disse a fonte.

O homem da mansão avaliada em R$ 7 milhões realmente não aguenta mais uma semana na cadeia.

Por meio de seu advogado que recorreu ao primeiro Tribunal Regional Federal em Brasília com pedido de habeas corpus e aguarda decisão o mais breve possível, que também comentou que não há nada que ligue o ex-governador a esse tipo de conduta que está sendo investigado na Operação Maus Caminhos.

Mais Lidas