Connect with us

Manaus, AM,

BRASIL

“O Outro Lado do Paraíso”: Henrique se declara e beija Duda

Publicado

em

Pelo visto ainda existe algo entre Duda (Glória Pires) e Henrique (Emilio de Melo) na novela “O Outro Lado do Paraíso”. Oficialmente casados, o diplomata irá se declarar e beijar a esposa. O encontro romântico ocorrerá durante uma viagem ao Rio de Janeiro.
Indo para a audiência, ele pede a mulher para não contar a verdade sobre o tempo que ficou desaparecida, tentando proteger Natanael (Juca de Oliveira).

“Na audiência, terá que dizer por que ficou desaparecida tanto tempo. Eu quero pedir para…preservar a memória do meu pai”, pede Henrique. Duda se revolta: “Depois de tudo que ele me fez?”. “Mas ele morreu. Foi um grande advogado, homem respeitável. Quero preservar a memória de meu pai. Vai viver com esse ódio dentro de você a vida toda?”, insiste o marido.

A ex-dona do bordel lembra das armações do sogro. “O que ganha se disser que meu pai inventou uma morte fraudulenta? O que temos é somente um processo por ausência. Amanhã você irá comigo, passará por um reconhecimento de vida, colherá digitais e esse processo será encerrado. Poderá continuar sua vida. Então, diga que, após a explosão da lancha, perdeu a memória por um tempo. Demorou para recuperar e… “, simplifica. “Isso é o tipo da coisa que seu pai gostaria que eu dissesse. Será que vocês são tão diferentes assim?”, indaga Duda.

Henrique fala: “Não me compare com meu pai. No passado, eu fiz muito por você. Temos uma filha. Ela já não se dá bem com você. Se destruir a memória do avô, que ela idolatrava, como será? Então, o que decide?”, pressiona. Duda, então, decide acatar a proposta do marido e não conta a verdade sobre a armação de Natanael. “Farei o melhor para minha filha. Não quero que a Dri se torne minha eterna inimiga”, decreta.

Em seguida, Henrique a convida para jantar num restaurante em que costumavam ir. “Eu tinha saudades do Rio de janeiro. Este é o Rio que conheci, com você. De certa forma, é como voltar à minha antiga vida, quando a Dri era menina, e você…”, diz Duda. “Seu marido? Viemos muitas vezes a este lugar. No passado. De certa forma, também quis reviver aqueles tempos. Agora, Bete? O que vai acontecer? Você não morreu. Nunca pensei em passar por uma experiência dessas na vida. Nós não separamos, você simplesmente sumiu…eu casei com outra”, completa o diplomata

Ela então alfineta dizendo que ele casou muito rápido após seu sumiço. “Fiquei muito frágil. Bete, você ainda guarda o mesmo ar de mistério do passado. Sempre teve…algo que me atraiu…não só a beleza, os traços físicos, mas algo especial e único”, elogia.

Duda pede para ele parar, mas o diplomata continua. “Não podemos terminar assim. Com uma interrupção, uma lancha que explodiu, não podemos”. A ex-dona do bordel, então, solicita que ele a leve embora. No hotel, Henrique afirma não ter esquecido tudo que tiveram. “Agora, podemos nos divorciar”, brada Duda. “Você quer realmente o divórcio?”, ele pergunta. “Por que não ia querer?”, rebate a mãe de Clara e Adriana.

O diplomata, então, puxa a mulher e a beija. Ela aceita por um tempo e depois o afasta. “Eu quero o divórcio. Faça o favor”, pede Duda, abrindo a porta da suíte. “Nossa relação foi interrompida. Mas, quando eu te revi, foi como se o tempo não houvesse passado”, responde Henrique.

As informações são do Metrópoles.

 

Mais Lidas