Connect with us

Manaus, AM,

BRASIL

Depois de manter relação sexual, homem mata travesti por causa de R$ 50

Publicado

em

O assassino de Bruna Ferrari, travesti de 17 anos, morta na última segunda-feira, 12/02, foi identificado pela Polícia Civil (PC). Após investigações, a corporação concluiu que Édson Queiroz Moreira, vulgo Bebê, de 19 anos, foi o autor do assassinato. Ele foi preso na madrugada desta sexta-feira, 16/02.

Segundo a PC, Édson matou Bruna após um desentendimento no momento do pagamento de um programa sexual, a mesma teria prometido a ele o pagamento de R$ 50 em troca de sexo.

Ela levou uma facada no peito, na rua do Gongo, bairro de Guadalupe, no loteamento Mário Couto, em Concórdia do Pará, nordeste paraense.

Seu corpo também apresentava marcas de agressão física, segundo a Polícia Militar (PM). O suspeito está preso na delegacia de Concórdia do Pará à disposição da Justiça.

Mais Lidas