Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Arthur Neto desiste de ser candidato à Presidência da República

Publicado

em

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, informou a reportagem da Folha de SP que não vai concorrer com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nas prévias para a escolha do candidato do PSDB à Presidência. Com a decisão, ele encurta o caminho do paulista para a disputa.

O partido se preparava para as prévias em março. Alckmin deverá se desincompatibilizar do Palácio dos Bandeirantes em no máximo 7 de abril para começar a campanha pelo país. “Participar de uma fraude, eu não vou, não. Vou dar uma explicação bem clara ao país dos porquês. Por mais que eu soubesse que eu poderia [disputar], seria uma coisa menor. Não estou aqui para criar constrangimentos para o Geraldo”, disse. Virgílio fez duras críticas ao agora virtual candidato tucano. “Conheci um dos homens públicos menos sinceros e mais capazes para a desfaçatez e fingimento em 40 anos de vida pública.”

Além de criticar Alckmin por acumular a presidência do PSDB com a pré-candidatura, o prefeito manaura defendia a realização de uma série de debates em vários Estados do país que precedesse a realização de prévias. Nesta sexta-feira (23), porém, o PSDB anunciou que as prévias seriam realizadas no dia 18 de março com um debate entre os pré-candidatos no dia 14 realizado na sede do partido, em Brasília, transmitido pela internet.

O prazo para inscrição dos pré-candidatos vai até o dia 5 de março. Não há nenhum tucano com envergadura que tenha se colocado até agora. “É muita pretensão você achar que exaure a discussão de um projeto para o Brasil com um debate. Geraldo assumiu todo o seu lado de mediocridade, o lado de uma pessoa limitada, que até as piadas que conta são meio jeca”, afirmou Virgílio.

FONTE: Folha de S.Paulo 

Mais Lidas