Connect with us

Manaus, AM,

BRASIL

Padre é condenado a pagar R$ 15 mil a Jean Wyllys por espalhar ‘fake news’ sobre ele

Publicado

em

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) decidiu que o padre José Cândido da Silva terá de pagar danos morais no valor de R$ 15 mil ao deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) depois de ter espalhado várias ‘fake news’ a respeito do parlamentar.

A sentença foi proferida na última terça, 20/03, por decisão do juiz Manuel Eduardo Pedroso Barros. O caso envolvendo Jean Wyllys aconteceu em 2015 quando o padre, que na época era um apresentador de programa, alegou que o parlamentar fez um projeto de lei para legalizar a união entre humanos e animais, o que não era verdade.

O juiz aproveitou a ocasião também para citar um caso semelhante que é o da desembargadora Marília de Castro Neves Vieira, que fez a mesma coisa em relação à vereadora Marielle Franco, que foi executada com dois tiros na cabeça no dia 16 de março desse ano após participar de um evento, no Rio de Janeiro.

Com informações do Metrópoles

Mais Lidas