Connect with us

Manaus, AM,

POLICIAL

Polícia prende 2º suspeito de participar do linchamento de estudante de Manaus

Publicado

em

Manaus|AM – A Polícia Civil prendeu na tarde da última sexta-feira, 24/08, mais um jovem suspeito de participar do espancamento e morte do estudante do ensino médio Kayube de Carvalho Oliveira, 16, no dia 05 de agosto na comunidade Val Paraíso, no bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. Segundo a Polícia Civil, o adolescente foi confundido com um assaltante.

Segundo as investigações da polícia, o peixeiro Anisson Freitas de Lima, vulgo “Chocolate”, preso na sexta, agrediu Kayube até a morte junto com outras pessoas. A vítima morreu no local e teve seus pertences roubados.

“Chocolate” chorou durante apresentação. Delegado disse ser grande a participação de populares no crime (Foto: Erlon Rodrigues/ PC-AM)

O suspeito, que tem 24 anos, estava foragido e foi encontrado no bairro Jorge Teixeira, também na zona lesta. Segundo o delegado Jeff Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), havia mandado de prisão temporária em aberto contra ele por homicídio qualificado. Ele é o 2º suspeito preso.

O suspeito negou ter participado do homicídio, mas testemunhas afirmaram terem presenciado ele agredindo, e em seguida levando o corpo do adolescente até o igarapé para que mais pessoas participasse das agressões.

O adolescente pode ter sido vítima de uma a falsa comunicação do mototaxista, que teria abordado ele para lhe roubar, mas depois mentiu dizendo que a vítima seria o assaltante ou o crime seria ordem dos traficantes da área que se sentiram afrontados com o estudante está usando uma farda da polícia militar.

Anisson foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde será solicitado a conversão do mandado de prisão temporária para preventiva.

Primeiro suspeito preso

Ainda de acordo com a polícia, dois suspeitos já estão presos, entre eles, Vinícius Nascimento Mendes, 20, que foi preso por policiais militares do Comando de Policiamento de Área (CPA) da Zona Leste, na noite do dia 10 de agosto, sob o comando do tenente-coronel Franciney Bó. 

Vinicius Nascimento Mendes confessou ter participado do assassinato (Foto: Erlon Rodrigues/ PC-AM)

Na ocasião, Vinícius confessou para polícia ter jogado uma pedra na vítima. Ele disse que estava acompanhado de um grupo de pelo menos 20 pessoas, inclusive crianças.

Em depoimento à imprensa, Vinícius chorou e negou ter participado no assassinato. Ele, que confessou ser usuário de drogas, teme ser morto na prisão. O mandado de prisão em nome do suspeito é temporário e foi expedida no dia 11 de agosto deste ano.

Conforme o delegado, Vinícius já possui passagem pela polícia quando era menor de idade, por ato infracional análogo aos crimes de homicídio, tráfico de drogas e roubo. Ele foi indiciado por homicídio qualificado e ficará à disposição da Justiça na DEHS até que a prisão temporária seja convertida em preventiva.

Mais Lidas