Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Lindbergh Farias e Vanessa Grazziotin lançam canal no YouTube

Publicado

em

Os ex-senadores Lindbergh Farias (PT) e Vanessa Grazziotin (PCdoB) entraram na onda do sucesso dos canais de Youtube e aderiram à plataforma e estrearam na noite desta segunda-feira, 01/04, o canal “À Esquerda”. Segundo Farias, esse será mais um instrumento de disputa de um espaço hegemonizado pelos setores da direita.

Começa hoje o nosso canal no Youtube, À Esquerda, um espaço suprapartidário com diversas vozes da esquerda! Pra começar,…

Publicado por Lindbergh Farias em Segunda-feira, 1 de abril de 2019

“A gente decidiu lançar esse canal ‘À Esquerda’ porque infelizmente no YouTube há uma hegemonia muito grande da direita. E a gente acha importante ocupar esse espaço, que é um espaço de resistência a esse governo do Bolsonaro, é um espaço de quem defende a democracia, de quem defende a liberdade do Lula”.

A programação vai contar com entrevistas de peso, como ex-candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad, e o membro da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stedile.

“Primeiro, a gente vai ter um café da manhã todo dia, que começa amanhã [terça-feira, 2 de abril] às oito horas da manhã, com o João Pedro Stedile, que vai falar sobre essa semana de lutas que vamos ter, entre os dias 7 e 10 pela liberdade do presidente Lulaa. Vamos ter entrevistas. O canal estreia hoje [segunda-feira, 1 de abril], e vamos começar com uma entrevista às nove horas da noite com o Fernando Haddad”.

O canal é uma iniciativa dos ex-parlamentares e conta com o apoio de uma rede de meios alternativos de comunicação, entre eles, o Brasil de Fato.

“Primeiro, agradecimento total ao Brasil de Fato. Sem o Brasil de Fato esse projeto não sairia do papel. Nós estamos gravando na sede do Brasil de Fato. Eu acho que a gente tem que fazer uma coisa que o outro lado fez. Infelizmente a gente está fazendo depois. Que é criar uma rede de solidariedade onde um divulgue o outro. Então a gente quer discutir, fazer parceria com o Nocaute, com o 247, com a Fórum, com o Eduardo Guimarães, com todo mundo. Então a ideia é montar uma grande rede para alavancar os nossos espaços”.

Antes mesmo da estreia, o canal já conta com mais de 400 inscritos. As entrevistas serão transmitidas em rede por diversos canais parceiros, inclusive pelas redes sociais do Brasil de Fato.

Confira o primeiro programa

Fonte:  Brasil de Fato

Mais Lidas