Connect with us

Manaus, AM,

ECONOMIA

Banco da Amazônia cresce 17% no agronegócio do AM

Publicado

em

As contratações do Banco da Amazônia para o setor rural do Amazonas em 2019, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), alcançaram R$ 75,50 milhões, registrando um crescimento de 17% em relação a 2018.

De acordo com o superintendente regional do Amazonas, André Vargas, esse foi o melhor resultado em contratações da história do Banco no Estado. Em 2018, foram aplicados R$ 61,89 milhões, mas em 2019, superamos esta marca, comemora o superintendente. “Fechamos o ano de 2019 com a maior participação no agronegócio em comparação com os demais estados da Região Norte”.

O superintendente explica que vários fatores levaram a este resultado. Internamente, o Banco se modernizou, criou plataforma digital, automatizou a análise socioambiental e ampliou sua rede de parceiros. “O Banco participou de todas as Exposições e Feiras do Estado, onde ofereceu orientação de acesso ao crédito e efetivou negócios durante os eventos”, informou André Vargas, que ressaltou a realização de vários treinamentos com técnicos parceiros, referente aos fluxos de crédito, o que favoreceu a agilidade nas análises de propostas de financiamento.

No âmbito externo, o resultado no Amazonas foi possível graças à ampliação dos investimentos no setor rural do estado e à retomada da confiança pelos empreendedores rurais, que tem levado ao aumento da procura pelo crédito rural. “O Banco conta com as taxas mais atrativas do mercado e possui recursos suficientes para atender toda a demanda de crédito rural no Estado”, comentou.

“Acreditamos que em 2020 também levaremos o FNO em 100% dos municípios do Estado do Amazonas, alavancando ainda mais a aplicação de crédito para o setor primário, em especial aos agricultores familiares”, finalizou o superintendente.

Contratações na Região Norte

Nos sete estados nortistas, as contratações realizadas pelo Banco da Amazônia alcançaram um recorde de R$ 4,05 bilhões, o que representa um crescimento de 50%, em relação aos R$ 2,70 bilhões alocados em igual período de 2018.

Em relação à participação no agronegócio regional, o Banco da Amazônia apresentou um crescimento em todas as unidades federativas da Região Norte, saindo de 28%, em 2018, para 36%, em 2019.

“Temos a expectativa de ampliar o número de contratações em 2020, considerando o cenário favorável para o agronegócio e a retomada da confiança pelos empreendedores rurais, a procura pelo crédito rural aumenta a cada dia”, informou.

Contratações no ano-safra 2019/20 crescem 13,92% até dezembro

No que se refere ao ano safra (período compreendido entre julho a dezembro de 2019, as contratações do crédito rural no Amazonas subiram 13,92% em comparação ao mesmo período de 2018, onde o Banco contratou R$ 33,60 milhões. No atual ano safra, o Banco contratou R$ 38,28 milhões, informou a Gerência Executiva de Pessoas Físicas do Banco da Amazônia, com base em dados do Banco Central.

Mais Lidas