Connect with us

Manaus, AM,

MUNDO

Coronavírus: 31 brasileiros em Wuhan querem sair da China e pedem ajuda ao Itamaraty

Publicado

em

Um grupo de brasileiros que vive em Wuhan — cidade onde se iniciou a propagação do coronavírus — pediu ajuda ao Itamaraty para que possa sair da China. As informações são da ÉPOCA.

Na última sexta-feira (25), a economista Indira Mara Santos, de 34 anos, encaminhou uma lista com os contatos de 31 brasileiros que moram em Wuhan — onde atualmente vigora uma quarentena que impede a população de deixar a cidade.

Estudante de doutorado da Universidade de Huazhong, Indira vive há um ano e meio em Wuhan e foi destacada para representar o grupo na conversa com a Embaixada do Brasil em Pequim, na China.

“Chegaram a cogitar a possibilidade de sair de Wuhan e seguir para outra cidade da China. Nós não aceitamos esta opção. Queremos sair do país e, se possível, voltar para o Brasil”, disse a economista. “A situação está se agravando aqui. Estamos todos muito preocupados com a propagação desse vírus. Nossas famílias estão preocupadas aí no Brasil. Queremos voltar para casa!”

Procurado por ÉPOCA, o Itamaraty indicou na tarde desta segunda-feira (27) que os brasileiros em Wuhan terão de cumprir a quarentena determinada pelas autoridades chinesas: “O governo chinês tem mantido comunicação constante com os representantes diplomáticos e consulares e, até o momento, não considera organizar a retirada de estrangeiros das áreas já em situação de isolamento”. 

O Itamaraty acrescentou ainda que “qualquer evacuação demandará, além da autorização chinesa, cumprimento das normas internacionais sobre quarentena e permissão de sobrevoo e pouso de avião com pessoas provenientes de área que experimenta surto da doença”.

Mais Lidas