Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Com gás natural, usina atende 100% de Coari e reduz emissões

Publicado

em

O município de Coari (a 363 quilômetros a oeste de Manaus, em linha reta) deixou de receber e queimar aproximadamente 2.500 toneladas de combustível líquido por mês para dar lugar ao consumo de gás natural via gasoduto a uma usina termoelétrica. A mudança foi consolidada a partir do dia 5 de janeiro, início da operação comercial do empreendimento que gera energia para 100% da população do município.

Interligada à rede de distribuição de gás natural em fevereiro de 2019 para o comissionamento e testes das unidades geradoras, a Usina Termelétrica de Coari possui potência instalada de 38.772 quilowatts (kW) e contrato de fornecimento de energia elétrica até 30 de novembro de 2030. De acordo com a Eletrobras Amazonas Geração e Transmissão, a demanda média atual da cidade é de 12.000 Kw e a potência instalada é suficiente para atender os mais de 85.000 habitantes do município até o término do contrato.

Foi quase um ano de funcionamento em regime de comissionamento e testes. Em janeiro de 2020, a usina consumiu 2.070.579 metros cúbicos de gás natural, tornando Coari a principal beneficiada pelo combustível no interior do Amazonas. Também possuem usinas abastecidas pelo gás natural canalizado os municípios de Anori, Anamã, Caapiranga e Codajás, além da capital Manaus.

O diretor-presidente da Cigás, René Levy Aguiar, destaca o fornecimento de gás natural para o município de Coari como mais um progresso do Estado, que conta com um combustível limpo e econômico, sem maiores riscos de escassez, diante da larga escala de reservas naturais e da potencialidade da produção regional. “Manaus já possui mais de 65% da energia elétrica gerada a partir do gás natural. Agora, esse combustível reduz a poluição e dá segurança energética a um dos maiores municípios do Estado”, comentou.

Atualmente, o gás natural é comercializado no Amazonas para cinco segmentos: termoelétrico, industrial, veicular, comercial e residencial. Pela alta demanda para geração de energia elétrica, o segmento termoelétrico apresenta o maior consumo de gás natural. Em janeiro de 2020, por exemplo, o volume total comercializado no Estado foi de 5.292.355 metros cúbicos por dia, sendo que 5.143.464 metros cúbicos foram destinados às termelétricas.

Mais Lidas