Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Coronavírus: além da pandemia, Amazonas luta para combater a propagação de ‘Fake News’

Publicado

em

Amazonas – Com a possibilidade do sistema público de saúde do Amazonas entrar em colapso nas próximas semanas, o combate ao novo coronavírus tem se tornado a cada dia que passa uma tarefa mais árdua

O governador do Estado, Wilson Lima (PSC), está cumprindo todas as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial da Saúde), inclusive já decretou a suspensão de aulas, do comércio, e intensificou a triagem de passageiros tanto de aeroportos, quanto de vias fluviais para conter a contaminação de mais pessoas.

Na noite da última sexta-feira (3), um contêiner frigorífico foi visto no Hospital Delphina Aziz, o que deixou a população do amazonense bastante preocupada. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde na manhã deste sábado (4), através de uma nota que afirma que a aquisição do frigorífico é para manuseio de corpos das pessoas que morreram por coronavírus.

Os corpos devem ser acondicionados em compartimento refrigerado, mas por segurança biológica e limitação de espaço, ficou definido que não ficarão no necrotério comum”, informou a Secretaria de Saúde.

O número de infectados por Covid-19 no Amazonas é de 311, e de mortos chegando na casa dos 20. Como se não bastasse toda essa situação delicada, o governo do Amazonas enfrenta agora um novo inimigo, as ‘Fake News’.

As notícias falsas estão sendo disseminadas por pessoas de má índole que querem se aproveitar da situação para espalharem o medo e o pânico na população, sendo disseminadas principalmente em redes sociais e aplicativos de mensagens

Dentre as mensagens que estão sendo espalhadas estão: o uso de medicamentos sem comprovação científica para tratamento da pandemia, o uso de chás que neutralizam a Covid-19, e até mesmo a informação de que o vírus é um mito.

Wilson Lima precisou se pronunciar oficialmente para que a população amazonense verifique as fontes das notícias e confiar em informações com o selo do Governo do Estado e da mídia de credibilidade.

Mais Lidas