Connect with us

Manaus, AM,

SAÚDE

Amazonas recebe 10 mil testes rápidos de Covid-19 comprados pelo governo

Os insumos fazem parte do primeiro lote de 30 mil exames adquiridos com recursos próprios do Governo do Estado.

Publicado

em

MANAUS – A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) recebeu, nesta semana, uma remessa de 10 mil testes rápidos para o novo coronavírus que serão destinados aos profissionais de saúde da rede estadual e aos pacientes graves com suspeita de Covid-19, garantindo medidas mais rápidas de isolamento e intervenção. Os insumos fazem parte do primeiro lote de 30 mil exames adquiridos com recursos próprios do Governo do Estado.
 
As regras de destinação e uso dos testes rápidos para os trabalhadores da saúde se encontram na Nota Técnica nº 13/2020, assinada em conjunto pela Secretaria de Saúde (Susam) e Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). De acordo com o documento, os profissionais que serão testados são aqueles envolvidos no atendimento direto aos pacientes e que apresentem pelo menos dois sintomas da doença, sendo um deles respiratório. No caso de resultado positivo, o profissional será afastado das atividades até a resolução completa dos sintomas e a amostra deve ser remetida ao Lacen para realização de contraprova.
Os testes rápidos comprados pelo Governo do Estado se somam às mais de 10 mil unidades enviadas pelo Ministério da Saúde ao Amazonas. Desse total, 8.586 foram destinados aos profissionais de saúde e aos grupos de risco atendidos na rede assistencial.
Além desses, 1.590 exames foram remetidos diretamente aos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), unidades federais responsáveis pela execução das ações de atenção primária à população indígena aldeada. Entre os DSEIs que receberam o insumo estão: Alto Rio Negro, Alto Rio Purus, Alto Rio Solimões, Manaus, Médio Rio Purus, Médio Rio Solimões e Afluentes, Parintins e Vale do Javari.
Outro quantitativo também foi direcionado pelo Ministério da Saúde para o grupo de pesquisadores que estuda os efeitos da cloroquina em pacientes graves de Covid-19 no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, na zona norte de Manaus.

Mais Lidas