Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Wilson desmente valor de aluguel milionário do hospital Nilton Lins

O governador esclareceu que o custo de aluguel do Hospital da Nilton Lins é de R$ 866 mil por mês, o que perfaz um total de R$ 2,6 milhões no prazo de três meses.

Publicado

em

MANAUS – O governador Wilson Lima destacou, em vídeo em rede social, que o Estado investirá R$ 866 mil por mês na locação do Hospital Universitário da Nilton Lins, que na próxima semana começa a operar como unidade de retaguarda para casos do novo Coronavírus (Covid-19). O valor é quase o mesmo pago há cerca de dez anos pela Unimed. Ele também adiantou, em entrevista à Folha de São Paulo, que mais 30 respiradores enviados pelo Ministério da Saúde chegam na segunda-feira (13/04) em Manaus.

Wilson Lima fez novo apelo para que a população não acredite em fake news. “O contrato de aluguel do Hospital Nilton Lins não tem nada de R$ 2,6 milhões por mês. Isso é mentira”, frisou ao se referir a informações sem comprovação e infundadas divulgadas em sites de notícias. “Não acreditem em fake news, não caiam em armadilhas políticas, que infelizmente estão surgindo no meio da maior crise da nossa história”, ressaltou.

O governador esclareceu que o custo de aluguel do Hospital da Nilton Lins é de R$ 866 mil por mês, o que perfaz um total de R$ 2,6 milhões no prazo de três meses, que é o período do contrato que ainda será assinado com a instituição e que poderá ser prorrogado em caso de prolongamento da pandemia de Covid-19. “Tem gente inescrupulosa tentando tirar proveito eleitoral desse momento ruim. Essa é uma hora de somar e não dividir ou fazer política com mentiras”, reforçou.

O valor do aluguel corresponde a 100% das instalações do complexo hospitalar, com 30 mil metros quadrados, o que demonstra que a economia do Estado é ainda maior se comparado à época em que a unidade era alugada para Unimed, que pagava por 60% da área do complexo.

“São mais 400 leitos agregados ao nosso sistema de saúde na hora que mais precisamos de leitos, tanto de leitos clínicos quanto de UTIs, nessa guerra”, enfatizou, ao destacar que optou por um hospital pronto, todo preparado, com arquitetura, instalações elétricas e hidráulicas e tubulações para gás e oxigênio próprios de uma unidade de saúde para média e alta complexidade.

O governador disse ainda que a iniciativa da Prefeitura de Manaus em montar um hospital de campanha junto com a empresa Samel é bem vinda. “É importantíssimo, uma iniciativa de cidadania, responsabilidade e de colaboração com o poder público, com o povo de Manaus e do Amazonas. Meu agradecimento ao prefeito e a todos os diretores e profissionais da Samel e da prefeitura por essa iniciativa. Nisso não tem política; tem soma, tem boa vontade e espírito público”.

Mais Lidas