Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Aplicativo do Governo que monitora pacientes com Covid-19 já registrou mais de 8,8 mil atendimentos em dez dias

Publicado

em

Amazonas – O chatbot da Secretaria de Saúde, que monitora pacientes com diagnósticos positivos para Covid-19 pelo aplicativo de celular Sasi, disponibilizado pelo Governo do Amazonas, já realizou, de 6 de abril, data de lançamento, até esta sexta-feira (17/04), mais de 8,8 mil atendimentos. Desde o início da operação, mais de cem mil pessoas já acessaram a ferramenta.

No mesmo período foram enviadas cerca de 179,3 mil de respostas aos usuários. Os atendimentos no chat são feitos das 9h às 21h, durante todos os dias da semana.

O aplicativo se destaca por reunir, em um único canal, um conjunto de serviços essenciais aos cidadãos, diminuindo assim o fluxo de pacientes nas unidades de saúde e também por permitir o acompanhamento do quadro evolutivo desses pacientes por parte das autoridades em saúde, até a plena recuperação.

Cerca de 60 médicos e enfermeiros da rede pública estão atuando no funcionamento da ferramenta, por meio de um canal de telemedicina, e acompanham a situação de saúde dos pacientes, que podem relatar a evolução da sua condição física. Ao constatar o agravamento de algum caso, o paciente pode acionar um botão de alerta na plataforma e será realizada uma videochamada com um dos médicos, para avaliação do doente.

A secretária de Estado de Saúde, Simone Papaiz, considera positivo os números gerados pelo aplicativo nos dez primeiros dias de funcionamento, principalmente por evitar que as pessoas saiam de casa para obter atendimento, diminuindo assim o risco de transmissão do novo coronavírus.

“Essa é uma ferramenta que tem dado muito certo. Um paciente em uma situação clínica, ao invés de procurar uma unidade de saúde para o atendimento, ele acessa o aplicativo Sasi e os nossos profissionais tiram as dúvidas e fazem a conduta por telefone. Então, é interessante que a população utilize essa ferramenta”.

Esclarecimento de dúvidas – Além do atendimento realizado pelos médicos, o aplicativo permite o esclarecimento de dúvidas sobre o coronavírus, que são respondidas por estudantes de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que participam do projeto sob a orientação de professores do quadro docente da unidade de ensino superior.

O aplicativo também possui um serviço de aviso de isolamento domiciliar por meio do qual são enviadas orientações, que pode ser usado por pessoas com testagem positiva para Covid-19 e por recém-chegados à capital amazonense, que necessitam entrar em quarentena.

 

Mais Lidas