Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Josué Neto mantém suposto amante como ‘funcionário fantasma’ na Aleam com dinheiro público

Publicado

em

“Mais vale um amigo na praça do que dinheiro no caixa”, este é um provérbio conhecido que valoriza as boas amizades, porém as boas amizades também podem render dinheiro em caixa.

Um bom exemplo desse tipo de amizade é a do Deputado Estadual e presidente da Assembleia Legislativa Josué Neto, conhecido no cenário político por “bancar” amigos em cargos “fantasmas”. Situação que já rendeu um escândalo em 2017, quando Josué deu um cargo para um “amigo” e o mesmo nem residia em Manaus. A polêmica voltou com toda força em 2020.

Em 2017 a situação rendeu um escândalo, quando Josué deu um cargo para seu suposto “affair” e o mesmo nem residia em Manaus. A polêmica voltou com toda força em 2020.

 

Entenda o caso

O “amigo” do deputado Josué Neto também se chama José Augusto Albuquerque, conhecido como Guto. Ele está na folha de pagamento da Assembleia, mas não reside em Manaus, ou seja, recebe sem trabalhar (o famoso funcionário fantasma).

A prova de que Guto é um típico “assessor fantasma” está no vídeo gravado por ele mesmo, há um tempo atrás. No vídeo, Guto fala que está há 3 meses em Manaus, mas as imagens das redes sociais dele mostram o inverso do que ele diz no vídeo. Guto na verdade mora no Rio de Janeiro. E se ele está na folha da Aleam, como explicar que nos dia 2 de março estava em São Paulo, 3 e 4 do mesmo mês estava em Fortaleza, e 20 de março a 3 de abril no Rio de Janeiro?

Guto, sabe muito bem aproveitar a vida. Gosta de carnaval, desfila pela Grande Rio e, em seu Instagram (@gutoalb) expõe fotos com artistas e viagens internacionais. Adora manter a aparência de quem tem grana, no pacote de bom-vivant inclui cuidados com o corpo e alimentação saudável.

Nenhuma surpresa para um trabalhador que ganha um salário de R$ 5 mil reais por mês, que é solteiro e investe na qualidade de vida.

Nomeação no Diário Oficial da Aleam

Em março, a portaria nº 0355/2020/GP, da Edição n.º 1.471 do Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, o senhor José Augusto (Guto) exerce um cargo de confiança na ALE/AM, de Assessor de Diretoria, a contar de 02/03/2020. Como explicar as fotos públicas em seu Instagram, no mesmo período do trabalho?

As fotos mostram que Guto estava em Genebra, Lisboa, Roma, São Paulo e Rio de Janeiro quando deveria estar exercendo sua função de assessor. Uma boa explicação seria, se Guto fosse um super-herói, desses que se teleportam de um lugar a outro, num estalar de dedos. Mas não, isso é ficção. Guto está mais para “assessor fantasma” mesmo.

Com tantos disparates, esta atitude ilegal, deveria sofrer alguma punição, mas a verdade é que não incomoda Josué Neto, o que deixa algo solto no ar. Que tipo de relação é essa? Seria só amizade ou “Guto” é algo mais?

Segundo fontes seguras, o promoter José Augusto (Guto) é affair de Josué desde 2017, quando já teria sido assessor em outro mandato do deputado. Acontece que o suposto “bofe sarado” do insta tem regalias e vive como um “garotão” no rio de Janeiro, e ao que tudo indica, usufruindo ilegalmente do dinheiro dos cofres públicos.

Mais Lidas