Connect with us

Manaus, AM,

MANAUS

Chefe do Samu Fluvial em Manaus morre vítima de Covid-19

Capital vai decretar luto oficial de três dias pela morte do servidor. Mais de 400 profissionais da saúde já testaram positivio no estado.

Publicado

em

Manaus – O chefe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Fluvial morreu, nesta quinta-feira (30), por Covid-19. Em nota, a prefeitura confirmou o óbito do servidor, que tinha 61 anos e estava internado no hospital municipal de campanha.

No último balanço apresentado na quinta-feira (29), mais de 400 profissionais de saúde já tinham sido contaminados no Amazonas. No início da semana, o Estado começou a realizar testes rápidos de Covid-19 para a categoria na capital. Somente no primeiro dia, 92 testaram positivo para a doença. O Amazonas tem mais de 5,2 mil casos confirmados e 453 mortes.

Odilson Mota de Jesus, ainda segundo a prefeitura, estava afastado do trabalho há mais de três semanas, por pertencer ao grupo de risco da doença. Antes disso, não apresentava sintomas.

O município vai decretar luto oficial de três dias pela morte do servidor da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Mais Lidas