Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Arquidiocese de Manaus contraria projeto da Aleam que prevê reabertura de igrejas e templos

A Igreja Católica vai manter o isolamento social, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde

Publicado

em

O arcebispo Dom Leonardo Steiner, se manifestou na tarde da quarta-feira (06) sobre a aprovação da PL nº 136/2020 na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) que prevê reabertura de igrejas e templos religiosos. Em comunicado oficial, Dom Leonardo informou que a Igreja Católica vai manter o isolamento social, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

“Nós continuaremos a exercer o isolamento que vínhamos fazendo até agora. Eu já determinei por mais 30 dias a partir do dia 23 do mês passado, como foi determinado”, disse Dom Leonardo.

O arcebispo reconheceu a participação da Igreja na sociedade, mas ressaltou que só vai abrir as portas quando tudo estiver normalizado. A comunidade vai continuar orando pelas famílias que perderam seus entes queridos para o coronavírus (Covid-19) e irá manter a leitura da palavra de Deus. “Quem mais frequenta nossas igrejas são idosos e jovens, todos nós estamos em perigo. Vamos continuar em comunhão e solidariedade para com os pobres”, disse.

Projeto de Lei

Embora tenha sido aprovada na Aleam, a PL, de autoria do deputado João Luiz (Republicanos), só vai entrar em vigor definitivo quando tiver assinatura do governador Wilson Lima (PSC) e ser publicada no Diário Oficial do Estado do Amazonas (DOE).

João caracterizou igrejas e templos religiosos como omo atividade essencial no Estado.

Os deputados Serafim Corrêa (PSB) e Dermilson Chagas (Sem Partido) foram os únicos a votarem contra o projeto.

Mais Lidas