Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Arthur volta atrás e cancela novamente enterros em covas coletivas

Publicado

em

MANAUS – A Prefeitura de Manaus voltou atrás e cancelou novamente os sepultamentos em covas coletivas das vítimas do novo coronavírus (Covid-19) no cemitério Nossa Senhora de Aparecida, conhecido popularmente como ‘Cemitério do Tarumã’ na zona Oeste da capital.

Em matéria publicada no G1, no dia 27 de abril, mostra que as famílias das vítimas denunciaram a Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), responsável pela administração dos cemitérios públicos na capital, por colocar um caixão em cima do outro em valas mais profundas. Após a repercussão negativa, a Prefeitura desistiu um dia após a publicação da primeira matéria.

Já no dia 15 de maio, é possível ver novamente as valas comuns no álbum de fotos da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) na plataforma Flickr registradas pelo fotografo Alex Pazuello.

Imagem registrada no dia 15 de maio de 2020/ Foto: Alex Pazuello

Nesta quarta-feira, 17 de junho, a Prefeitura anunciou novamente a retirada de equipamentos pesados que auxiliavam na abertura de covas no cemitério, afirmando a redução do número diários de sepultamentos. O sistema funerário público foi gerido pela Prefeitura de Manaus durante a pandemia do coronavírus.

Procurada pela redação, a Prefeitura não respondeu o questionamento até a publicação desta matéria.

Mais Lidas