Connect with us

Manaus, AM,

SAÚDE

Governo já pagou quase R$ 1 bilhão para empresas médicas e de enfermagem

Publicado

em

Amazonas – Entre janeiro de 2019 e junho de 2020, o Governo do Amazonas pagou R$ 976.461.298,04 às empresas da área fim que prestam serviços nas unidades da Rede Estadual de Saúde – empresas de serviços médicos, de enfermeiros e de técnicos de enfermagem. Os valores pagos são referentes aos serviços prestados em 2020 e 2019, mas também alcançam os passivos de 2018, gestão anterior ao governo Wilson Lima.

Destaque para os pagamentos de 2019, que somam R$ 692.316.423,44 e apontam que o Governo do Estado está buscando o equilíbrio nas pendências com os prestadores de serviços do setor. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), o passivo de 2019 com as empresas médicas e de enfermagem hoje é mínimo, cerca de 1,6%, marca que há muito tempo não era alcançada.

Foram pagos também R$ 135.242.032,64 por serviços prestados em 2018. Os pagamentos de 2020 somam R$ 148.902.841,96 e devem ser a prioridade no momento.

Em abril, o governador Wilson Lima determinou que fosse feito o levantamento das dívidas das empresas médicas e de serviços de enfermagem para que os passivos pudessem ser atualizados o quanto antes.

A maior fatia dos R$ 976.461.298,04 pagos ficou para as 23 empresas de serviços médicos. Juntas, elas receberam R$ 701.675.201,83. As 20 empresas de enfermagem e de técnicos de enfermagem receberam R$ 274.786.096,21.

A partir de janeiro de 2020, a Susam passou a fazer a contratação direta de técnicos de enfermagem, pondo fim ao contrato com empresas dessa modalidade. Desde então, 3.520 técnicos de enfermagem recebem em folha, o que também justifica a redução nos valores do ano corrente.

 

Mais Lidas