Connect with us

Manaus, AM,

BRASIL

Estudante de veterinária é picado por cobra Naja e fica em coma

Publicado

em

Brasília – Um estudante de veterinária está em coma induzido após ter sido picado ontem, no Gama, região do Distrito Federal, por uma cobra Naja, considerada uma espécie exótica. De acordo com a Fundação Jardim Zoológico de Brasília, não há registro de entrada da espécie na capital federal. O Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) informou ao UOL que a suspeita é de que o jovem de 22 anos criava a cobra ilegalmente em casa.

O estado de saúde do universitário é grave, e ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Maria Auxiliadora, segundo familiares. Eles aguardam o resultado de um tratamento feito com soro vindo do Instituto Butantan, de São Paulo. O medicamento chegou a Brasília na noite de ontem.

Nas redes sociais, o jovem publicava várias fotos com cobras. Depois do caso ser publicado na mídia, as imagens foram apagadas.

Após horas de busca, a cobra foi encontrada por volta de 19h, pelo BPMA, dentro de uma caixa atrás de um morro, em um shopping localizado no Setor de Clubes Sul.Segundo o batalhão, só depois de muita conversa que um amigo da vítima informou sobre a localização da cobra.

O major Elias Costa, do BPMA, informou que o jovem será ouvido sobre o caso, assim que tiver condições. “A família precisa colaborar. Se eles estão com medo, quando o jovem acordar, ele precisará dar satisfações sobre a cobra. É ilegal mantê-la na casa dele”, declarou.

A Delegacia de Combate à Ocupação Irregular do Solo e aos Crimes contra a Ordem Urbanística e o Meio Ambiente (Dema) também investiga o caso.

Mais Lidas