Connect with us

Manaus, AM,

EDUCAÇÃO

Pesquisa aponta que 97,14% dos professores da capital aprovam volta às aulas no regime híbrido

Publicado

em

Amazonas – Uma pesquisa realizada pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, mostra que 97,14% dos professores da rede pública estadual de ensino, que lecionam na capital, aprovam a volta às aulas no regime híbrido, que inclui aulas presenciais e remotas. Ao todo, 82,5 mil pessoas de todo o estado, entre professores, pedagogos, gestores, administrativos, pais e responsáveis; responderam aos questionários on-line da pesquisa.

Entre os professores que responderam a pesquisa, também prevaleceu a divisão dos alunos em dois grupos, com 55,14% como a opção mais selecionada para a volta às aulas na capital. O retorno de forma híbrida também foi validado por 97,69% dos gestores de escolas, 97% dos pedagogos e 82% dos pais e responsáveis. O estudo tem índice de confiança de 95%, de acordo com o Departamento de Estatística secretaria de Educação.

A Secretaria de Educação buscou entender os anseios da comunidade escolar para que o Plano de Retorno às Atividades Presenciais fosse conduzido com as percepções de todos que compõem a Educação, além de atender às medidas de prevenção estipuladas pelos órgãos de Saúde. O Plano de Retorno, que inclui todos os resultados da pesquisa realizada junto à comunidade escolar, está disponível para consulta no www.seduc.am.gov.br.

A volta às salas de aula será de maneira gradativa e escalonada em 123 escolas da capital, totalizando cerca de 110 mil alunos. Os primeiros a retornarem – no dia 10 de agosto – são os estudantes do Ensino Médio regular e da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). No dia 24 de agosto, retornam os alunos do Ensino Fundamental (anos iniciais e finais). Ainda não há previsão para retorno das aulas no interior do estado.

Mais Lidas