Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Sistema prisional completa um mês de visitas sem registro de covid-19

Publicado

em

Amazonas – A retomada gradual das visitas no sistema prisional completou um mês sem o registro de novos casos de covid-19 nas unidades penitenciárias do Amazonas. A informação foi divulgada neste domingo (02/08) pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O Amazonas foi o primeiro estado do Brasil a liberar a visita presencial de familiares, advogados e defensores públicos no âmbito prisional, após quatro meses de suspensão por conta da pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o secretário da Seap, coronel Vinícius Almeida, a flexibilização só foi possível graças aos protocolos preventivos adotados pelo órgão desde o início da pandemia. “Mesmo com a reabertura gradual mantemos todos os procedimentos de segurança para evitar que o vírus se propague nas unidades prisionais”, afirmou.

A partir desta segunda-feira (03/08), os familiares que integravam o grupo de risco estão autorizados a visitar os internos como parte do terceiro ciclo de retomada gradual das visitas.

Desde o mês de março, o sistema carcerário segue uma rotina rigorosa de combate ao coronavírus. Servidores e colaboradores são submetidos diariamente a aferição de temperatura, higienização de mãos e calçados e uso de equipamentos de proteção individual.

Já as unidades prisionais passam por pulverização com hipoclorito de sódio e água, enquanto os pavilhões e celas são lavados com água, sabão e água sanitária todos os dias. Os internos que dão entrada no sistema ficam isolados durante 20 dias antes de serem encaminhados a um presídio.

Números – O sistema prisional amazonense registra um dos índices mais baixos de contaminação do Brasil. Em Manaus, um detento do CDPM 1 testou positivo para a doença e outros 99 no interior (Parintins, Coari, Tefé, Itacoatiara e Tabatinga). Este último município registrou uma morte de interno.

Mais Lidas