Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Voluntários da área da saúde atuarão nas escolas estaduais de Manaus na volta às aulas

Estudantes de cursos de Enfermagem participaram de formação realizada em parceria com a FVS-AM

Publicado

em

Manaus – A Secretaria de Estado de Educação e Desporto, em parceria com a Fundação de Vigilância Sanitária do Amazonas (FVS-AM), ministrou formação sobre os protocolos de segurança em saúde nas escolas a estudantes dos cursos de Enfermagem e Técnico em Enfermagem que se voluntariaram para atuar nas unidades de Ensino Médio da rede estadual, que retornarão às aulas presenciais na próxima segunda-feira (10/08).

Ao todo, participaram da formação 52 estudantes de Enfermagem da Materdei e 22 técnicos da área da saúde do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), além dos supervisores da merenda escolar e os nutricionistas da sede.

A diretora do Centro de Formação Profissional Padre José Anchieta (Cepan), Ana Lucena, destacou que a formação visa levar uma abordagem diferenciada aos profissionais da educação e alunos.

“A formação é voltada para capacitar uma equipe de multiplicadores, que vai atuar nas escolas, levando os protocolos de segurança em saúde com uma abordagem mais prática e mais mão na massa com os merendeiros, porteiros, auxiliares de serviços, bibliotecários, secretários, administrativos e demais servidores. Optamos por trabalhar com técnicos da área da Saúde para que a abordagem fosse mais próxima da escola”, pontua.

A estudante do 4º período de Enfermagem, Jéssika Cardoso, é uma das voluntárias. Ela diz que a oportunidade é válida para obter mais informações sobre os protocolos preventivos da Covid-19. “Acho que, no momento em que a gente se encontra, é muito bem-vindo. Nem sempre a gente está correto. Às vezes, nós nos esquecemos de alguma coisa e precisamos estudar mais e mais para passarmos as informações corretas para as pessoas. Vim para ter mais conhecimento e repassá-lo”, diz.

Jeiseanne Nascimento é finalista do curso de Enfermagem e viu no voluntariado na escola uma nova forma de atuação. “Acho que deve ser um pouco mais complicado atuar na escola em relação aos alunos, que às vezes não entendem a gravidade da situação. Mas é maleável, a gente frisa o distanciamento, o uso do álcool em gel e outras medidas”, reforça.

Protocolos – A sanitarista Josielen Amorim, do Grupo Técnico de Integração da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (GTI-FVS-AM), foi uma das formadoras e contextualizou a pandemia no Amazonas e no mundo, tudo com foco na volta às aulas presenciais.

“Estamos, mais uma vez, contribuindo com a Secretaria de Educação nesse processo de volta às aulas presenciais. Hoje, o enfoque foi epidemiológico para contextualizar toda a pandemia e (entender) por que esse retorno está acontecendo nesse momento, pois ainda há uma circulação viral em Manaus, e os protocolos de medidas preventivas devem ser adotados com rigor para que a gente tenha um bom retorno às aulas presenciais”, destacou a profissional.

A Secretaria de Educação está realizando formações com todos os profissionais da Educação para que as dúvidas sobre os protocolos sejam sanadas e toda a comunidade escolar esteja apta para retornar às atividades presenciais com toda a segurança possível.

Mais Lidas