Connect with us

Manaus, AM,

MANAUS

Motorista acusado de agressão diz que foi assediado dentro do carro

Publicado

em

Manaus – O motorista de aplicativo Junior Cruz da Silva, acusado de agredir o passageiro Clayton Oliveira, divulgou um vídeo na noite de quinta-feira, 13, se defendendo das acusações. O caso ganhou repercussão nas redes sociais.

No vídeo, o motorista da 99 POP afirma que emprestou a conta do aplicativo para um parente trabalhar durante a noite. Ele também mostra um boletim de ocorrência que foi registrado para esclarecer os fatos afirmando que o motorista acusado foi assediado.

“Estou aqui dando a minha cara a tapa para o rapaz me reconhecer e ver que não foi eu que agredi ele. Não era eu” diz o motorista, segurando o B.O em frente a uma delegacia.

O condutor do veículo, que não teve o nome divulgado, também usou as redes sociais para falar sobre o caso. Em uma gravação, ele mostra que as agressões ocorreram depois de Clayton ter passado a mão em suas partes íntimas. “Tu tá ficando doido…tá pensando que é o que pra ficar passando a mão em mim. Eu saí para trabalhar não para para ficar atrás de ….”, trecho do áudio.

Durante a briga, o áudio mostra que Cleyton ainda tentar conversar com o motorista, que bastante irritado, ameaça agredir o rapaz.

Mais Lidas