Connect with us

Manaus, AM,

MANAUS

Governo realiza remoção de construções irregulares no Prosamim

Publicado

em

Manaus – O Governo do Amazonas, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), e do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), realizaram nesta quarta-feira (02/09) a remoção de construções irregulares no Parque Residencial Cachoeirinha, localizado entre a rua Alameda Vitória e o Igarapé do 40.
As remoções das construções irregulares nas áreas e dos residenciais do Prosamim estão inseridas nas ações que vêm sendo realizadas pelo Governo do Estado no intuito de realizar a regularização fundiária dos imóveis e entrega do título definitivo, além de evitar que as situações de risco anteriores se instalem novamente em virtude do uso inadequado das áreas.

O social do Prosamim, em conjunto com o Grupo Integrado de Prevenção a Invasões em Áreas Públicas (Gipiap), atua realizando uma série de sensibilizações buscando a conscientização dos moradores acerca das irregularidades.

As 14 construções irregulares do residencial que foram retiradas nessa manhã tiveram suas remoções autorizadas pelos proprietários. Foram retiradas cercas, depósitos comerciais, garagens e uma fábrica de gesso.

O senhor Raimundo Demétrio de Souza, 61, proprietário de uma mercearia, que autorizou a remoção de um pequeno depósito e uma garagem, afirmou que havia efetuado as construções para armazenar suas mercadorias e guardar suas motocicleta. “Eu autorizo a remoção porque sei que estou irregular e gostaria que se combatessem todas as construções irregulares. Tem moradores que quebraram as paredes, abrem janelas”, disse.

“Existem construções irregulares que podem comprometer a estrutura de todo o bloco residencial e colocar em risco a vida das pessoas. Cada tijolo utilizado na construção está inserido no cálculo estrutural dos blocos das unidades habitacionais, e a partir do momento em que o morador retira parte da estrutura, desestabiliza toda construção”, afirmou o subcoordenador de engenharia da UGPE, João Benaion.

Mais Lidas