Connect with us

Manaus, AM,

POLÍTICA

Ex-advogado dos Bolsonaros recebeu R$ 2,7 mi sob suspeita da Fecomercio

Publicado

em

O advogado Frederick Wassef, que atendia até junho a família do presidente Jair Bolsonaro, é alvo de busca e apreensão da Operação Esquema S deflagrada nesta quarta-feira (9) para apurar desvios de recursos no Sistema S do Rio de Janeiro.Wassef é investigado sob suspeita de ter obtido R$ 2,7 milhões por meio do escritório da ex-procuradora Luiza Nagib Eluf, contratada pela Fecomercio com uso de dinheiro público do Sesc/Senac Rio.

A investigação sobre o ex-defensor da família Bolsonaro faz parte da apuração do MPF sobre uso de recursos do Sistema S para o tráfico de influência no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no TCU (Tribunal de Contas da União).

Os advogados do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, são acusados de liderar o esquema entre 2012 e 2018. Eles receberam ao menos R$ 67,8 milhões do Sistema S fluminense e foram responsáveis, segundo a investigação, por indicar outros escritórios que participaram do suposto desvio.

A origem da apuração foi a delação premiada do ex-presidente da Fecomércio, Sesc Rio e Senac Rio, Orlando Diniz.

A atuação de Wassef, ainda sob investigação, teria ocorrido por meio de outro núcleo de desvios na Fecomércio, segundo a Procuradoria.

Mais Lidas