Connect with us

Manaus, AM,

Esporte

Em Belém, torcedoras protestam contra o goleiro Bruno

Publicado

em

Um grupo de mulheres torcedoras do Clube do Remo e do Paysandu deixaram a rivalidade de lado e se uniram para protestar contra o goleiro Bruno, durante o embarque da delegação do clube do jogador, o Rio Branco (AC), na madrugada desta terça-feira (20), em Belém (PA).

Bruno está em liberdade condicional depois de cumprir mais de um sexto da pena de 22 anos pelo assassinato da modelo Eliza Samudio.

No protesto pacífico, elas carregavam faixas e cartazes com dizeres “Bruno assassino #ElizaPresente”, “Respeite a mulher onde ela estiver” e “Somos a voz das que já foram caladas”. As torcedoras usavam uma máscara com o rosto de Eliza Samudio.

Foto: Reprodução/Instagram

Foto: Reprodução/Instagram

Fake News

Após o protesto, o grupo foi vítima de uma notícia falsa. Um determinado site de notícias do Piauí, intitulado Tribuna do Nordeste, fez uma matéria alegando que a torcida feminina do Remo teria supostamente envenenado o time de Bruno.

Confira na postagem:

 

Protesto em dobro

Essa foi a segunda vez que Bruno foi hostilizado por torcedoras durante a passagem pelo Pará. Na cidade de Bragança (PA), local da partida de ontem entre Bragantino e Rio Branco, pela Série D do Brasileiro, um grupo de mulheres foi até a frente do hotel onde o time estava hospedado e também mostrou insatisfação com a presença do jogador no local.

E no dia 28 de novembro, o Rio Branco deve voltar ao Pará para encarar o Independente, em Tucuruí, possivelmente novos protestos virão por aí.

Créditos: Globo Esporte

Mais Lidas