Connect with us

Manaus, AM,

ELEIÇÕES 2020

Pesquisa Ibope: Amazonino tem 24% e David Almeida 16% das intenções de voto

Publicado

em

O candidato Amazonino Mendes (Podemos) apresenta 24% nas intenções de voto para a Prefeitura de Manaus, segundo a pesquisa Ibope divulgada na noite de hoje (28). David Almeida (Avante) aparece no levantamento com 16% e Ricardo Nicolau (PSD) tem 13%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. Embora numericamente Amazonino siga à frente nas intenções de voto, tecnicamente ele segue empatado com David Almeida.

Amazonino Mendes (Podemos): 24%

David Almeida (Avante): 16%

Ricardo Nicolau (PSD): 13%

Capitão Alberto Neto (Republicanos): 9%

Zé Ricardo (PT): 8%

Coronel Menezes (Patriota): 5%

Alfredo Nascimento (PL): 5%

Chico Preto (DC): 2%

Romero Reis (Novo): 2%

Brancos e nulos: 10%

Não sabe ou não respondeu: 5%

Os candidatos Gilberto Vasconcelos (PSTU) e Marcelo Amil (PCdoB) não tiveram os nomes citados pelos entrevistados. Em decorrência de arredondamentos, a soma de todos os percentuais pode não totalizar 100%.

Rejeição

O candidato com maior nível de rejeição é Alfredo Nascimento, com 36% dos votos, seguido por Amazonino (34%) e Zé Ricardo (24%). Neste quesito, a pesquisa questionou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Como era possível dizer mais de um nome, a soma dos percentuais ultrapassa o valor de 100%.

Alfredo Nascimento (PL): 36%

Amazonino Mendes (Podemos): 34%

Zé Ricardo (PT): 24%

Capitão Alberto Neto (Republicanos): 20%

Chico Preto (DC): 20%

David Almeida (Avante): 18%

Coronel Menezes (Patriota): 16%

Ricardo Nicolau (PSD): 15%

Marcelo Amil (PCdoB): 14%

Romero Reis (Novo): 13%

Gilberto Vasconcelos (PSTU): 10%

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica e ouviu 504 eleitores de Manaus entre 26 e 28 de outubro. O nível de confiança é de 95%, o que significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. Ela foi registrada na Justiça Eleitoral com o número de identificação AM 2161/2020.

Créditos: UOL

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas