Connect with us

Manaus, AM,

AMAZONAS

Wilson já convocou mais de 5 mil concursados em menos de dois anos

Equilíbrio fiscal do Governo do Amazonas tem permitido a convocação de servidores para áreas prioritárias.

Publicado

em

O governador do Amazonas, Wilson Lima, já convocou 5.566 aprovados em concursos públicos para assumirem os cargos conquistados nos quadros de servidores do Executivo Estadual, reforçando áreas prioritárias como educação, saúde, segurança pública e setor primário. As convocações foram possíveis graças à manutenção do equilíbrio fiscal do Estado.

Somente na semana passada, foram convocados um total de 277 aprovados em concursos da Polícia Militar do Amazonas, de 2011; e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), de 2018.

“O Governo do Estado tem um compromisso permanente com a melhoria nos serviços prestados à população amazonense, por isso temos feito esse esforço para fortalecer ainda mais a nossa capacidade de atendimento em diversas áreas, de forma equilibrada e responsável. Isso também é um reconhecimento ao mérito daqueles que se empenharam para serem aprovados nesses concursos e que escolheram se dedicar ao serviço público estadual”, destaca o governador Wilson Lima, no Dia do Servidor Público.

Equilíbrio fiscal do Governo do Amazonas tem permitido a convocação de servidores para áreas prioritárias.

Educação – Por meio da Secretaria de Estado de Educação e Desporto foram convocados, ao todo, 4.026 servidores. O primeiro chamamento, de 312 aprovados, ocorreu em agosto de 2019. Em seguida, em outubro do ano passado, foram convocados mais 3.714 professores e pedagogos aprovados em certame realizado em 2018 e homologado em 2019.

Saúde – Em fevereiro de 2020, o governador Wilson Lima a convocação de 796 profissionais de saúde aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros, realizado em 2009. Após passarem pelo Curso de Formação Militar, parte dos convocados atuou na linha de frente do combate ao novo coronavírus, no Hospital de Combate à Covid-19.

Outra parcela reforça o atendimento na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), durante os meses de outubro e novembro. Posteriormente, parte dos militares continuará a prestar apoio especializado na unidade, durante a vigência do convênio firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).

A partir de 26 de novembro, os bombeiros irão assumir a administração da Policlínica Gilberto Mestrinho, no Centro de Manaus, com o quadro fortalecido pelos convocados. A proposta é que a unidade se torne referência para o atendimento aos pacientes que chegam do interior.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas