A cantora Alcione reagiu neste sábado (20) à polêmica declaração do presidente Jair Bolsonaro, que chamou os governadores de Estados do Nordeste de “paraíba”, na sexta-feira (19). Em um vídeo publicado nas redes sociais (veja abaixo), a artista disse que não torce contra o governo, mas que o presidente deve respeitar os nordestinos. 

— Eu não votei no senhor (Bolsonaro) e não me arrependo. Eu sou uma brasileira que não torço contra o governo, porque não sou burra. Agora, meu pai sempre me dizia, que meu avô já dizia para ele: “quem quer respeito, se dá”. E o senhor não está se dando respeito. O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão, hein!? – declarou Alcione. 

Vestindo uma blusa com a bandeira do Maranhão, seu Estado natal, a cantora disse ainda que o presidente “tem medo de facada e medo de tiro, mas precisa ter medo do pensamento”. 

— Pense em mais de 30 milhões de nordestinos pensando contra o senhor. Isso não é bom. Comece a nos respeitar! 

A fala de Bolsonaro foi captada pela TV Brasil durante café da manhã com jornalistas estrangeiros no Palácio do Planalto. Sem perceber que estava sendo gravado, ele criticou o governador maranhense, Flávio Dino (PCdoB), em conversa com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

— Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara— afirmou o presidente. 

Em carta divulgada na noite de sexta, os governadores nordestinos repudiaram a fala de Bolsonaro. No texto, afirmam que receberam “com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional”. 

Veja o vídeo publicado por Alcione:

Fonte: GaúchaZH

Comentários

Comentários