Manaus – O desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), revogou na tarde desta segunda-feira (7) a decisão que concedeu prisão domiciliar a Alejandro Valeiko, um dos suspeitos da morte do engenheiro Flávio Rodrigues, 42. As informações são do Portal D24 AM.

Alejandro se apresentou na manhã desta segunda na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) onde prestou depoimento por mais de 4 horas. A decisão prevê prisão temporária de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais 30 dias.

Alejandro será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde fará o exame de corpo de delito, e posteriormente será encaminhado a uma unidade prisional, possivelmente o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), já que ele deve ficar separado dos demais suspeitos, de acordo com a decisão judicial.

Veja a decisão:

Comentários

Comentários