Connect with us
               

Manaus, AM,

ECONOMIA

Amazonastur e Banco da Amazônia apresentam linhas de financiamento para o turismo

Publicado

em

Empreendedores do segmento turístico do estado participaram da segunda palestra promovida pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) sobre as linhas de financiamentos para o setor, nesta terça-feira (28/05), no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, zona centro-sul de Manaus. O superintendente regional do Banco da Amazônia (Basa), André Vargas, apresentou o passo a passo para o prestador de serviço turístico que aspira potencializar o empreendimento nos atrativos amazonenses.

De acordo com o superintendente do Basa, a parceria entre o banco e a Amazonastur fortalece o setor, sobretudo pela oportunidade que o órgão oficial de turismo oferece aos microempresários, empresários e prestadores de serviços turísticos na busca por alternativas financeiras.

“A Amazonastur é um grande parceiro do Banco da Amazônia. Na palestra falamos das bases e condições operacionais do FNO (Fundo Constitucional do Norte) para quem quer conhecer alavancar o negócio. Há duas formas de alavancar: com o planejamento com recurso próprio ou utilizando o recurso de terceiros. Essa segunda opção é muito boa, pois fazendo um planejamento correto, você consegue encurtar esse prazo e dar uma alavancada no negócio. Estamos desburocratizando essa política de crédito”, comentou ele.

André Vargas explicou que os interessados podem procurar uma das 11 agências no estado, sendo três em Manaus e oito no interior. “Temos as melhores taxas e melhores prazos, com juros de 0,46% ao mês. Temos, por exemplo, prazos de 10 a 12 anos, podendo chegar até seis anos de carência, e isso é ajustado conforme a capacidade de empreendimento de cada negócio. Nós assistimos desde o microempreendedor individual até uma grande empresa”, declarou.

A diretora de Negócios e Eventos da Amazonastur, Cleia Viana, ressaltou que a iniciativa do órgão público é para fomentar os empreendimentos de modo que o turista, ao chegar ao estado, sinta-se à vontade com a infraestrutura oferecida nos estabelecimentos.

“É para incentivar os empreendedores da área do Turismo a melhorarem os seus serviços, para que o Amazonas esteja pronto e credenciado para bem receber os turistas. Isso é um incentivo para que todos possam melhorar os seus negócios, para que possam se recriar, e é um estímulo a mais no dia a dia para fazer o turismo”, disse Cleia.

Mais Lidas