O programa Balcão do Agronegócio, realizado pelo Governo do Amazonas por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), já movimentou mais de R$ 3 milhões na economia rural do Estado nos nove primeiros meses deste ano. O programa é responsável pela intermediação das negociações entre produtores rurais/extrativistas e consumidores, privados ou governamentais.

É por meio do Balcão do Agronegócio que o agricultor Andreson Matheus, de 29 anos, consegue escoar pelo menos seis toneladas de cará roxo por semana para o supermercado Nova Era, em Manaus. Ele e a família mantêm a produção rural no município de Careiro da Várzea, a cerca de 20 quilômetros da capital.

A balsa chega por volta das 9h no Porto da Ceasa, na zona sul de Manaus. O caminhão com três toneladas do produto segue direto para o supermercado na capital. É dessa forma que a carga extra da produção de Andreson é aproveitada e garante a renda da família.

Vantagens – As vantagens do programa não param no produtor rural. A melhora na qualidade e no preço do produto regional também geram impactos para as redes de iniciativa privada, ou para outras iniciativas do governo que também se beneficiam da produção, como o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme).

“Há quatro anos iniciamos um projeto com o produtor rural. Nesse projeto, nós damos logística e preço justo, tirando o atravessador do meio e trazendo um preço acessível para o cliente. Se ele for hoje numa feira normal e no supermercado, é o mesmo preço. Além disso, há o frescor e a qualidade da mercadoria”, afirma Itaúna Carvalho, comprador representante do supermercado Nova Era.

“É um projeto que abraça e dá oportunidade de escoamento, pagando um bom preço ao produtor rural, entregando ao bolso dele uma renda através da agricultura familiar. Para se ter uma ideia, estamos no primeiro semestre de 2019 já com R$ 3,2 milhões vendidos indo direto para o bolso do produtor rural. Então, essa parceria cada vez mais se fortalece, porque através do Nova Era e outros supermercados, a gente consegue canalizar essa produção até o consumidor final com qualidade. Esse é nosso trabalho”, afirma o coordenador do Balcão do Agronegócio, Mario Moura.

Cadastro – Produtores rurais que desejam participar dos programas oferecidos pelo estado precisam realizar cadastro junto à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror).

“Todo produtor rural que tenha sua carteira de produtor rural, que tenha lá a origem de onde ele trabalha, qual produto que ele trabalha, pode se cadastrar junto ao nosso departamento e participar do Balcão, cujo objetivo é trazer pra cá a sua cultura, seu produto com qualidade”, completou Mario Moura.

Comentários

Comentários