MANAUS – Em meio à crise de saúde, o grupo Bemol resolveu agir no Amazonas. Depois de fechar as lojas por tempo indeterminado  para evitar a propagação do coronavírus, a empresa decidiu agir e vai doar 1.000 máscaras cirúrgicas, 1.000 colchões e o estoque de cloroquina para que estudos possam ser feitos pela Fundação em Vigilância de Saúde do Amazonas (FVS-AM). As informações são do Blog do Mário Adolfo.

A doação foi feita depois que o grupo Bemol entrou em contato com o Governo do Amazonas e deixou clara a intenção de ajudar no que for preciso. Ainda na noite de terça-feira, 24/03, os colchões começaram a ser recebidos por servidores da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) na arena Amadeu Teixeira.

Quanto ao medicamento, vale lembrar que governador Wilson Lima anunciou a pesquisa do uso da cloroquina para combater o novo Coronavírus em pacientes do Amazonas. A pesquisa teve o aval da Comissão Nacional de Ética em Pesquisas, do Conselho Nacional de Saúde, e será comandada por profissionais da Secretaria Estadual de Saúde (Susam), das Fundações de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD),  da FVS-AM e da Fiocruz.

Comentários

Comentários