Manaus – A Polícia Civil do Amazonas através da delegada Alynne Lima, do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), pediu nesta segunda-feira (25), a prisão preventiva  da modelo Samara Silva Pinheiro, 19, acusada de morder e arrancar 80% dos lábios de uma funcionária pública de 35 anos. 

A vítima segue internada no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio sem previsão alta com a possibilidade de fazer uma nova cirurgia de reconstrução do lábio inferior na terça-feira (26).

A investigação do caso  aponta que a modelo usou de violência desproporcional contra a funcionária pública, segundo imagens do circuito de segurança obtido durante o inquérito policial. As informações são do Expresso AM.

Leia Mais

Comentários

Comentários