Foto: Ifam

O Instituto Federal do Amazonas, através da portaria nº 1235/GR, do dia 30 de abril, orientou a contenção de gastos na instituição pretendendo economizar R$ 26,6 milhões e se adequar no corte de R$ 5,8 bilhões do orçamento do MEC realizado pelo governo Bolsonaro.

Na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o corte foi de R$ 38 milhões.

O Ifam deve publicar uma nota sobre os cortes, que atingirão 38,76% do custeio, 30% da capacitação, 30% de investimento, além de perdas de 21,63% de emendas orçamentárias.

Foto: Ifam

Comentários

Comentários