Em pronunciamento em cadeia nacional, Bolsonaro afirmou que as 'dificuldades iniciais são naturais nas transições de governos' - Foto: Reprodução

O presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE), disse nesta quarta-feira, 9, considerar que o presidente Jair Bolsonaro já decidiu pela saída do partido. “Quando ele diz a um estranho para esquecer o PSL, mostra que ele mesmo já esqueceu. Mostra que ele não tem mais nenhuma relação com o PSL”, afirmou o dirigente partidário ao Broadcast Político/Estado. As informações são da Isto É.

Na terça, Bolsonaro disse a um apoiador que se identificou como pré-candidato pela legenda no Recife para que ele esquecesse o partido e afirmou que Bivar “está queimado para caramba”. O presidente, segundo apurou o Estado, avalia deixar a legenda. Seria a nona troca de sigla de Bolsonaro.

Ainda de acordo com o Broadcast Político/Estado, a saída de Bolsonaro pode provocar uma debandada no PSL. Dirigentes do partido ouvidos pelo Estado afirmam que o presidente pode levar consigo até 15 dos 53 deputados federais, além de dois dos três senadores – Flávio Bolsonaro (RJ) e Soraya Thronicke (MS).

Bivar, no entanto, afirma não se preocupar com um eventual esvaziamento da legenda. “Redução ou aumento da bancada não representa nada, o importante é manter a nossa linha de conduta e dignidade”, afirmou.

Comentários

Comentários