Foto: Divulgação

Os atendimentos da campanha “Natal com o Nome Limpo”, realizada pelo Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM), terminam nesta quarta-feira (18), na sede do órgão, localizado na avenida André Araújo, 1.500, Aleixo. Na ação, consumidores podem negociar dívidas e rever cobranças consideradas abusivas junto à Águas de Manaus, Claro/NET e Amazonas Energia.

O último dia da campanha terá ações das 8h às 17h. Os atendimentos serão realizados por ordem de chegada e apenas mediante apresentação de RG, CPF, comprovante de residência e documento(s) relacionado(s) à queixa (contas de energia, telefonia/internet e água).

O mutirão de renegociação de dívidas teve início na segunda-feira (16/12). Na campanha, os clientes podem negociar os débitos com condições de parcelamento especiais oferecidas pelas empresas.

Após o fim da campanha, os atendimentos seguirão na sede do Procon-AM. “O maior beneficiado é o consumidor e a consumidora. Aqueles que não forem atendidos por qualquer motivo terão seus nomes e dados anotados para que as negociações sejam feitas com as mesmas condições apresentadas na campanha”, explicou o diretor-presidente do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Nesta terça-feira (17/12), a movimentação foi intensa na sede do Procon-AM. A dona de casa Maria de Nazaré, de 57 anos, foi uma das centenas de pessoas que estiveram no órgão para participar da campanha. Ela conseguiu um acordo em relação a uma conta de energia.

“Eu vim resolver uma conta que está atrasada há um ano. Como apareceu este programa, eu vim e fiz um acordo. Vou pagar entrada de R$ 74 e parcelar cinco vezes. Eu não tinha dinheiro para pagar tudo, então facilita para a gente”, comentou.

Condições – No caso da Águas de Manaus, os consumidores têm descontos em pagamentos à vista e parcelamentos flexíveis em até 120 vezes. No ano passado, a concessionária participou da campanha, com aproximadamente 300 acordos. A Claro/Net, estreante na ação, oferece parcelamentos de até 70 vezes. A Amazonas Energia tem parcelamento de até 59 vezes.

Números – As três empresas participantes estão entre as cinco com o maior número de queixas no Procon-AM. Um levantamento feito entre 2 de janeiro e 30 de novembro deste ano aponta que a Amazonas Energia teve 22% das reclamações, com 2.410 registros; em seguida, está a Águas de Manaus, com 1.365 queixas (12,45%); a Claro/Net tem 375 registros (3,42) junto ao órgão.

A concessionária de energia também tem a maioria de reclamações formalizadas, com 1.820 (34,11%), seguida pela Águas de Manaus, com 886 (16,6%); já a Claro/NET teve 46 casos (0,86%) no ano.

Comentários

Comentários