Foto: Mauro Neto/Sejel

Na manhã desta sexta-feira (10/11), foram retirados 24 toneladas de lixo da área interna da Arena da Amazônia, na zona centro-sul de Manaus

Todo o material coletado era referente a eventos ocorridos no local. Segundo informações do gerente de Praças Esportivas da Sejel, Raniere Parente, há um ano e quatro meses a Arena não recebia um serviço de coleta de lixo. O entulho estava acumulado em duas salas do estádio, sendo uma que foi planejada para esse fim e outra que era um depósito e acabou sendo transformado em lixeira.

Limpeza – Sem um local específico, todo o lixo da Arena da Amazônia era jogado em um terreno próximo ao estádio, que se transformou em uma lixeira viciada. Ainda de acordo com Raniere Parente, o objetivo dessa ação é evitar que esse lixo fique por muito tempo dentro do estádio.

Na segunda-feira (13/11), representantes da Semulsp e da Tumpex se reunirão com Raniere Parente para um posicionamento para a retirada semanal do lixo.

Comentários

Comentários