Foto reprodução/Facebook Direita Amazonas

Manaus – Movimentos da direita amazonense irão realizar em Manaus, no dia 30 de junho, dois atos em apoio à Operação Lava Jato e às pautas do Governo Federal, no Centro e na Ponta Negra, respectivamente. As manifestações acontecem após as recentes polêmicas envolvendo o ministro Sérgio Moro e mensagens vazadas pelo site The Intercept, onde o então juiz organizava estratégia com membros do Ministério Público Federal que integram a força-tarefa da operação.

Entre as principais pautas das manifestações estão a reforma da previdência, o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, a CPI ‘Lava Toga’, o decreto do porte de armas feito pelo presidente Jair Bolsonaro, além da reforma administrativa.

Organizada pelo Movimento Amazonas em Ação, em parceria com o Movimento Vem Pra Rua Amazonas, a reunião no Centro da cidade terá como ponto de concentração a avenida Eduardo Ribeiro, em frente ao Teatro Amazonas, a partir das 15h. Após as 16h, o grupo irá se deslocar em carreata em direção ao Posto 700, localizado na avenida Djalma Batista.

“Nós iremos refazer a carreata que virou tradicional entre os movimentos de direita desde os protestos a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Roussef. Além dos apoios ao ministro Sérgio Moro, outras pautas também estarão presentes, assim como na última manifestação do dia 26 de maio, na Ponta Negra”, comentou a coordenadora do Amazonas em Ação, Iza Oliveira.

Para o coordenador do Movimento Vem Pra Rua Amazonas, Júnior Oliveira, as mensagens vazadas contendo conversas entre Moro e os integrantes da Lava Jato não são graves. “Não vimos nada de grave, nem nada que inocente os acusados da operação. Eles tentaram incriminar o ministro Moro. Os trabalhos do ministro não podem parar”, apontou.

Além do Amazonas em Ação e do Vem Pra Rua Amazonas, estão entre os principais grupos organizadores dos atos no Centro de Manaus o Direita Amazonas; Muda Amazonas; Brasil Conservador; Advogados Independentes do Amazonas; Mobiliza Amazonas; Amigos do Whatsapp; Brasil 200, além de membros do Partido Social Liberal (PSL/AM) legenda do presidente Jair Bolsonaro.

Ponta Negra

Organizado pelo Movimento Endireita Amazonas, o ato na Ponta Negra será realizado no mesmo dia e horário das manifestações do Centro, no dia 30 de junho. A organização do Endireita Amazonas anunciou o ato pela sua página no Facebook, com pautas similares, em especial o apoio à Lava Jato e à Reforma da Previdência. As informações são do Portal A crítica.

Comentários

Comentários