MANAUS – O grupo intitulado como “Policiais pela Democracia”, com a participação de aproximadamente 70 policiais do Amazonas, organizou uma espécie de protesto contra o governo Jair Bolsonaro, com a divulgação de um outdoor contendo mensagens de repúdio, instalado na avenida Maneca Marques, bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus.

Em mensagens estampadas no cartaz, os policiais reivindicam a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, que pretende reformar o sistema de Previdência Social para os trabalhadores do setor privado e para os servidores públicos de todos os Poderes e de todos os entes federados (União, estados e municípios).

Além disso, o grupo questiona a Medida Provisória N° 905/2019, que institui o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, modalidade de contratação destinada à criação de novos postos de trabalho para as pessoas entre dezoito e vinte e nove anos de idade, para fins de registro do primeiro emprego em Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Outras mensagens de cunho irônico, como “É melhor Jair se arrependendo” e “Cadê o Queiroz?” também estão expostas no outdoor como forma de protesto contra as ações de governo do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o delegado da Policia Civil do Estado do Amazonas, João Victor Tayah, a atitude do grupo é referente também à omissão do governo federal quanto ao desmatamento e à poluição do meio ambiente.

Questionado sobre possíveis greves ou paralisações das atividades da categoria de policiais do Amazonas, o delegado descartou a possibilidade.

“Por enquanto, não há manifestações sendo planejadas. Até porque muitos membros do grupo preferem manter o anonimato e evitar a exposição, já que os órgãos policiais são tomados por ambientes predominantemente fascistas”, destacou o servidor.

Voto no lixo

De acordo com o delegado civil João Victor Tayah, muitos policiais do Amazonas que votaram em Bolsonaro já se arrependeram da escolha, em razão da reforma previdenciária que suprimiu direitos básicos da categoria e dos retrocessos na área social.

“Essas ações impactam diretamente no aumento da violência e consequentemente no risco à vida dos policiais”, enfatizou Tayah.

Em relação ao outdoor exposto na avenida Maneca Marques, o delegado destacou que a ferramenta é uma forma importante de comunicação em massa, que estimula a reflexão crítica das pessoas que passam pelo local, sobre como o governo tem impactado negativamente a vida da população em geral, segundo ele.

O grupo “Policiais pela Democracia” é composto por policiais civis, militares, federais, rodoviários federais e bombeiros militares do Amazonas.

Fonte: Portal da Capital AM

Comentários

Comentários