Mais de 250 pessoas, entre estudantes, professores, servidores públicos, militantes ambientais e autoridades da área prestigiaram, nesta quinta-feira (30), o 1º Encontro Municipal Lixo Zero — Melhores Práticas/Manaus realizado pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), por meio do Departamento de Auditoria Ambiental, em parceria com Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB). O evento ocorreu no auditório do TCE-AM.

Já realizado em várias cidades brasileiras, como São Paulo, São Luís e Guarulhos, sempre no 1º semestre do ano, o encontro — de cunho pedagógico —visou orientar e sensibilizar a sociedade para o descarte correto dos resíduos sólidos, para que não degrade, ainda mais, o meio ambiente, prejudicando as futuras gerações com mais poluição.

Segundo organizador, embaixador, auditor e consultor da ILZB, biólogo Daniel Santos, a intenção de realizar o evento em Manaus foi de apresentar as boas práticas já realizadas para reduzir os resíduos, mostrando à população que simples ações que podem ser realizadas para colaborar com o meio ambiente.

“O Lixo Zero Brasil é instituto que trabalha com a questão dos resíduos sólidos. Ele tem um conceito de tentar reduzir ao máximo a emissão de resíduos sólidos, que vão parar em aterros e em lixões. Esse encontro municipal veio para a sociedade, as empresas, as associações de reciclagem e o poder público ações que podem ser feita para reduzir os resíduos após a sua utilização”, ressaltou o biólogo. O IZLB é o representante brasileiro da Zero Waste International Alliance (ZWIA), movimento internacional de organizações que desenvolvem o conceito e princípios Lixo Zero no mundo.

Apoiadora da ação, conselheira-presidente Yara Lins dos Santos afirmou aos participantes que “é importante a conscientização da sociedade sobre o trabalho de limpeza e do meio ambiente”. Segundo ela, o TCE, no dia a dia, tem dado prioridade à questão ambiental, fazendo a separação dos resíduos e orientandos os servidores em várias frentes, como no plantio de mudas e a diminuição do uso de papel nos setores do Tribunal”, relatou, ao relembrar que o TCE-AM é referência na temática ambiental.

A presidente do TCE ressaltou, ainda, que a questão dos lixões a céu aberto tem sido um assunto preocupante no Estado e que o TCE-AM tem tomado medidas por meio de recomendações e até multas aos gestores públicos.

Comentários

Comentários