Manaus – A economia do Amazonas ganha uma nova oportunidade de crescimento e fortalecimento com a realização da I Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (fesPIM), que chega como um novo conceito de defesa do modelo que é referência no Brasil e no mundo. Com a utilização de 90% de produtos regionais e mão de obra 100% local, o evento alia sustentabilidade e tecnologia, incentiva preservação ambiental e contribui para a geração de emprego e renda no Estado.

Diante de um quadro de constantes ameaças, a fesPIM surgiu com a finalidade de mostrar a importância e o potencial do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) para o país, ressaltando que é possível o desenvolvimento econômico a partir do uso de recursos naturais de maneira correta.

 A Feira terá 130 stands, que serão construídos com materiais reaproveitados de embalagens provenientes de fábricas do PIM. O material promocional como copos, crachás, papelaria e demais itens serão originados de materiais ecologicamente corretos. Além da mão de obra, que compõe profissionais como marceneiros, que trabalham em comunidades ribeirinhas do interior e exposição de artesanatos desenvolvidos por trabalhadores dessas comunidades.

O projeto é do arquiteto Sérgio Santos, profissional de renome e reconhecido em todo o Brasil pelo trabalho de arquitetura sustentável e valorização de matérias primas regionais. Neste processo produtivo, Santos incentiva ainda a melhoria da qualidade de vida dos moradores do interior por meio do desenvolvimento de habilidades e formação de mão de obra gerando renda nas comunidades.

Atualmente, Sérgio desenvolve projetos utilizando nas suas construções resíduos de embalagens das fábricas do PIM, madeiras OSB e Pinus. O arquiteto também utiliza madeira de reuso de barcos regionais que não servem mais para navegar, inserindo nesse conceito a história desses barcos.

“Um dos maiores conceitos sustentáveis hoje é a geração de renda nas comunidades do interior. Já o reuso de embalagens oriundas das fábricas é uma forma de evitar que esse material seja usado de forma incorreta, por esse motivo, transformamos, por exemplo, em um banco, uma mesa, em projetos arquitetônicos. A Fespim tem grande importância para a consolidação de práticas sustentáveis, uma vez que veio mostrar que esse modelo econômico garantiu até hoje 96% da preservação florestal e mostra a força do PIM, mas principalmente dos trabalhadores amazonenses”, destacou o arquiteto.

SERVIÇO

O quê: I Feira de Sustentabilidade do Polo Industrial de Manaus (fesPIM)
Quando: 27, 28 e 29 de Novembro (Quarta, Quinta e Sexta-feira)
Horário: 14h às 21h
Onde: Stúdio 5 Centro de Convenções, Avenida: Rodrigo Otávio, 3555, Distrito Industrial, Zona Sul.

Comentários

Comentários