Foto: Reprodução/Instagram

O jovem Pedro Escobar, de 19 anos, filho do apresentador da Globo Alex Escobar, recorreu às redes sociais na tarde de terça-feira (01) para expor conflitos na relação com o pai. O jovem contou que tem depressão e que, inclusive, tentou se matar, mas que o genitor despreza a doença dele. As informações são da coluna de Leo Dias.

Em uma série de tuítes, que foram apagados posteriormente, o jovem relatou a relação ruim com o pai, que teria piorado depois que ele se assumiu homossexual. “Eu tenho depressão há 5 anos desde que ele [Alex Escobar] descobriu que eu era gay e passou três meses sem falar comigo. Depois disso, as coisas só foram piorando”, disse.

O jovem também contou aos seguidores que tentou suicídio. “Em dezembro de 2017, eu tive uma tentativa de suicídio onde eu tomei uma grande quantidade de remédios e fiquei internado. Nessa ocasião, a única ação dele foi me dar uma bronca e dizer que eu sou um ingrato por fazer isso”, contou.

O filho do apresentador declarou ainda que o pai não tem pago a pensão alimentícia. “Ele nunca paga a pensão que ele deveria me pagar. O salário dele é de R$ 80 mil e, fazendo os cálculos, ele deveria me dar R$ 5,3 mil (por dividir com a minha irmã) por mês até os 24 anos ou enquanto eu continuar estudando. Porém, no começo desse ano ele me mandou um áudio se recusando a me oferecer qualquer tipo de estudo esse ano”, relatou.

Em conversa com a coluna do jornalista Leo Dias, Alex Escobar disse que está sendo injustiçado. “Como me defender de uma coisa que eu não sou? Que eu não faço? Estou sendo injustiçado. E é a minha palavra contra a dele, infelizmente. Pergunta para as pessoas que me conhecem, que convivem comigo, nossa família. Essas pessoas podem dizer melhor do que eu, e podem ter até mais credibilidade, já que estamos falando um contra o outro. Ele toca em temas sensíveis ali, realmente, mas são totalmente mentirosos. Cem por cento das pessoas que convivem comigo podem atestar isso. Eu tenho a minha consciência muito limpa de que não sou o que ele descreve, de que não fiz o que ele descreve, e a minha família e os meus amigos podem falar por mim. Estamos todos muito tristes. É muito injusto”, disse ao portal.

Comentários

Comentários