Morreu nesta madrugada o cientista britânico Stephen Hawking. Segundo o porta-voz da família, o físico de 76 anos estava em casa e “em paz”.

Os três filhos de Hawking afirmaram estarem “profundamente tristes”, mas que o legado dele irá perdurar por muito tempo.

Hawking era portador de esclerose lateral amiotrófica(ELA), uma rara doença degenerativa que paralisa os músculos do corpo sem, no entanto, atingir as funções cerebrais, sendo uma doença que ainda não possui cura. A doença foi detectada quando tinha 21 anos. O prognóstico dos médicos era de apenas dois anos de vida.

O físico se destacou por estudos sobre buracos negros e outros mistérios da física, e também por ser reconhecido como um cientista que conseguia explicar conceitos complexos com simplicidade. 

Ele é autor de diversos best-sellers, incluindo “Uma Breve História do Tempo”, livro que o tornou popular fora da comunidade científica.

Fonte: Jornal Destak 

Comentários

Comentários