MANAUS – O presidiário foragido Geovanny Pereira dos Santos, 26, o MC G, foi assassinado na noite desta terça-feira, 11/2. Ele foi baleado próximo da casa onde morava, no Alvorada, na zona Centro-Oeste de Manaus, logo após ter recebido uma ligação telefônica. O homem era conhecido como o funkeiro que fazia músicas para a facção criminosa Família do Norte (FDN). As informações são do Portal Toda Hora.

Conforme informações da Polícia Militar (PM), Geovanny, estava em casa quando recebeu a ligação. Ao chegar na Travessa dos Franceses, na Rua Marechal Rondon, ele foi surpreendido pelos atiradores. Ao todo, ele foi baleado com três tiros. Após os disparos, os suspeitos fugiram.

MC G, ainda sou socorrido e encaminhado ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, mas não resistiu e morreu. O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que MC G estava foragido do sistema prisional desde fevereiro de 2018. Ele tinha condenação pelos crimes de roubo e respondia a processos também por roubo e tráfico de drogas.

Funks

Desde 2016, MC G aparece como repentista da facção criminosa. Os funks entoados pelo criminoso sempre circulavam nas redes sociais, após ataques promovidos pela FDN aos rivais. Ele ficou bem conhecido, após o massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) em janeiro de 2017. Na letra, o homem contava na letra da música, como o ataque foi promovido.

Na segunda-feira, MC G aparecia em um vídeo, que circula nas redes sociais contando parte da própria história no mundo do crime.

Comentários

Comentários